Está acontecendo hoje a edição 2012 do Fórum Brasil de Televisão, evento que reune, em um ambiente desenhado para a informação e realização de negócios e networking, as principais redes de TV aberta pública e comercial, os canais de TV por assinatura nacionais e estrangeiros, as produtoras e distribuidoras de conteúdos de todos os portes do país.
O ComKids, selo do Midiativa, participará promovendo o “Painel Comkids: Mídia para crianças: desafios para a sustentabilidade do setor, uma mesa que tratará das questões complexas para a sustentabilidade dos meios de comunicação infanto-juvenis no cenário atual.
Além disso, no encontro haverá o segundo Pitching Cartoon Network / Fórum Brasil de Televisão, que escolherá uma série de animação ou live action para receber o prêmio, inédito no Brasil, de R$ 50 mil para desenvolvimento de projeto.
O “Painel Comkids: Mídia para crianças: desafios para a sustentabilidade do setor tratará de questões como: a garantia da qualidade de conteúdo e sustentabilidade; o papel da publicidade no apoio à industria; o impacto sobre as estratégias e regras do mercado; o posicionamento dos canais frente a tudo isso; as novas oportunidades para o setor proporcionadas pela nova legislação, organização e profissionalização dos produtores e os desafios para se interagir e produzir para um público de crescente migração para o digital. Geraldo Leite, Presidente da Singular, será o moderador da mesa, que terá como painelistas: Paul Jackson, Media Smart (Inglaterra),  Marcos Bitelli, Bitelli Advogados, Rodrigo Olaio, Mono3D, Rafael Sampaio, ABA e Cecília Mendonça, Disney (Argentina).
Para o segundo Pitching Cartoon Network / Fórum Brasil de Televisão, os selecionados foram:
  • “Oswaldo”, da Birdo Filmes
  • “Cartoon Job”, da Split Filmes
  • “Pistacho”, da Paranoid
  • “Tika’s Garden”, da Animatório
  • “Sentimental Yet”, da BAT Produções.

Eles farão a defesa oral de seus projetos perante um júri formado por profissionais do canal e especialistas convidados. A temática tem apelo global e de entretenimento, e as séries exploram plataformas como videogames, internet e telefonia móvel. No Pitching, concorreram mais de 30 projetos, enviados de nove diferentes cidades brasileiras.